domingo, 17 de fevereiro de 2013

Dicas para uma aula mais dinâmica e interessante - Use sua auto-crítica para corrigir o que achar que não está de acordo com o que seus alunos esperam de você. Não “pare no tempo”, procure sempre novos caminhos para atingir seus objetivos. Leia muito, pesquise na internet, cada aula deve ser uma descoberta. Seus alunos agradecerão e certamente apresentarão um rendimento muito melhor.





Uma aula mais dinâmica e interessante

Fiz uma vez um curso com um pedagogo e ao final tínhamos que dar uma aula que era gravada, e depois assistíamos ao vídeo. Foi um pavor. Concluí que se eu fosse minha aluna, iria antipatizar comigo mesma de cara.
Claro que o conhecimento da matéria é importante, bem como todo o seu preparo para ensinar. Mas como tudo na vida, a “roupagem” com que você apresenta tudo isso também é muito importante. 
Já vi professores sensacionais darem aulas horrorosas, chatas e arrastadas, e em quinze minutos já estavam todos os alunos bocejando.
Se isso já aconteceu com você, talvez seja porque está deixando de lado um dado muito importante, que é a forma com que você apresenta a matéria.

O fator exterior ajuda muito, mas também pode botar tudo a perder. Por mais saborosa que seja uma lasanha, ninguém irá querer provar se tiver aparência de lavagem.

-  Não acredito em aulas com um professor estático e de fala monótona.  O professor deve transmitir entusiasmo aos alunos, não só na voz como em toda a sua postura.
- Por falar em postura, aproveite para ajeitar a sua, fique ereto, de cabeça levantada e quando falar olhe nos olhos dos seus alunos, isso transmite confiança e eles não vão questionar o que você explicar.
- Fale com voz clara e varie a entonação porque uma voz monótona dá sono e faz a mente dos alunos divagar por outros assuntos que certamente não têm nada a ver com o que você está falando.
- Enquanto explica, aponte alunos e faça perguntas para checar até que ponto eles estão acompanhando o que explica. Isso também os mantém atentos porque a qualquer momento podem ser solicitados.
- Quanto mais eles participam da aula, mais se sentirão responsáveis pelo aprendizado.
- Não dê broncas públicas em alunos que estão conversando, simplesmente escolha-os para as suas perguntas. Em breve eles irão perceber que não é uma boa política conversar durante a sua aula.
- Faça gestos e dê exemplos que façam parte da vida de seus alunos. Procure conhecê-los bem para adequar o que ensina à realidade que vivem e aos círculos que frequentam, assim eles verão um uso prático para o que você ensina e aprenderão com maior facilidade.
- Dê e peça exemplos aos seus alunos. Olhando nos olhos deles você perceberá os que já entenderam e poderá solicitá-los para que acrescentem seus pensamentos e reflexões a respeito do tópico em pauta.
- Quando terminar um assunto procure fazer com eles algum tipo de atividade que os faça usar o que aprenderam.
Dê tarefas criativas, onde eles tenham que acrescentar algo pessoal e não exercícios puramente de repetição.

                             --------------------------
 Use sua auto-crítica para corrigir o que achar que não está de acordo com o que seus alunos esperam de você.
Não “pare no tempo”, procure sempre novos caminhos para atingir seus objetivos. Leia muito, pesquise na internet, cada aula deve ser uma descoberta e não uma sucessão de chatices intermináveis. Seus alunos agradecerão e certamente apresentarão um rendimento muito melhor.
(zailda coirano)

PARA VOCÊ REFLETIR :  


DENTRO DELA MORA
UM ANJO
Ângela é professora de Ciências. Poderia ser, também, de Inglês, Geografia,
Matemática, não importa.
Ângela está arrasada. Preocupa-a seu filho, Rodrigo, com 14 anos, precisando de um pai sempre ausente e da mãe, nunca com tempo. Desespera-se em pensar que pode estar usando drogas e sente-se tristemente incapaz de conciliar seu carinho insubstituível com o sustento do lar imprescindível.
Além de Rodrigo, preocupa-a sua mãe diabética, desiludida e cansada e sua teimosia em não seguir as prescrições médicas. Precisaria de mais tempo para a mãe. Deus do céu, como precisaria! Seu casamento, em frangalhos, já apontava para pesada escuridão, quando teve ainda aquele infeliz acidente em que bateu o carro, tornando o dinheiro mais curto e o trabalho muito mais difícil.
Ângela descobre-se a última entre as mulheres. Sente-se horrível.
Quando entra em aula, porém, alguma coisa acontece. Mal acaba a chamada e sente-se envolvida por uma energia estranha, por um toque mágico que a desprende de todos os seus pequenos dramas. Envolve-se com seu ensino, fala, canta, ri, brinca, interage com os alunos e constrói em cada um, dentro do universo mágico de sua individualidade, a aprendizagem do que ensina.
Suas aulas são soltas, alegres, interessantes e a disciplina flui pela gostosa espera com que cada classe a recebe. Ninguém fica ausente de sua fala, ninguém está a salvo de seu olhar carinhoso, meigo, atento. É agitada, buliçosa, vibrante. Suas aulas são assunto de toda a escola e suas “tiradas”, o papo inegável de todo recreio.
É impossível não adorá-la!
Quando, vez por outra, precisa faltar, a escola sente, os alunos reclamam, o dia torna-se murcho. Já ouviu dizer que alguns, quando acordam, até murmuram:
- Que legal, hoje tem Ângela! Se na sala de aula houvesse um espelho, Ângela
gostaria de se ver.
Ângela é a mais linda das mulheres.

CRÔNICA RETIRADA DO LIVRO  MARINHEIROS E PROFESSORES - 



DINÂMICAS DE INTEGRAÇÃO PARA ALUNOS
 - A BATATA QUENTE
Tema: Perguntas para avaliação ou revisão. Duração: 10 minutos
Material: 1 saco ou caixa com perguntas em pedaços de papel
-  brindes (no mesmo número que as perguntas),
-  aparelho de som 
-  cd com uma música animada.
DESESENVOLVIMENTO
Coloque as crianças em círculo. Elas terão de passar o saco com as perguntas dentro enquanto a música é tocada. Não vale demorar-se para passar o saco, nem jogar em cima do outro. Tem que ser passado de mão em mão.
Quando parar a música, a criança que estiver com o saco na mão, retira uma pergunta, a lê e responde em voz alta. Caso esteja correta ganha o brinde. A brincadeira continua até que as perguntas acabem.

http://www.esoterikha.com/coaching-pnl/dinamicas-de-integracao-para-alunos-estudantes-a-batata-quente.php

2 comentários:

  1. Querida Marizete, muito obrigada pelas dicas e dinâmicas, aqui postadas, são muito boas e de grande valia. Que Deus te abençõe e faça muito sucesso em sua carreira profissional, que ´´e uma missão: ensinar.. Um abraço.
    Luciana Cristina

    ResponderExcluir