terça-feira, 31 de maio de 2016

DICAS PAR O PROFESSOR : "Aula Expositiva :Idéias para renovar essa prática tão tradicional" / “Idéias e palavras podem mudar o mundo” /HÁ E QUE SEMPRE EXISTIRÁ ESPAÇO PARA UMA BEM PREPARADA E PLANEJADA AULA EXPOSITIVA./ PARA QUE SUA AULA EXPOSITIVA SEJA PERTINENTE É NECESSÁRIO ORGANIZAR OS ESQUEMAS MENTAIS QUE IRÃO ORIENTAR SUA PRÁTICA EM SALA DE AULA./ Quando as pessoas com as quais você está trabalhando percebem o quanto é importante para você esse trabalho, elas também acabam dando muito mais valor a sua profissão, a sua matéria e, consequentemente, ao curso que você está ministrando.

Aula Expositiva
Idéias para renovar essa prática tão tradicional

“Idéias e palavras podem mudar o mundo” 
(Professor John Keating, personagem de Robin Williams 

no filme “Sociedade dos Poetas Mortos” do diretor Peter Weir)
Já tentaram enterrá-la. Sua existência tem sido criticada insistentemente por um grande número de especialistas. Acredita-se que a vida nas escolas em pleno século XXI pode e deve prescindir de seus préstimos. Sonham alguns com salas de aula totalmente informatizadas onde os professores serão apenas condutores e orientadores do processo de ensino-aprendizagem. Imagina-se até que a aula expositiva seja um empecilho a educação em virtude da realidade em que está inserido o aluno nesse mundo tão farto de novas tecnologias...
DUVIDE DE TUDO ISSO. ACREDITE QUE HÁ E QUE SEMPRE EXISTIRÁ ESPAÇO PARA UMA BEM PREPARADA E PLANEJADA AULA EXPOSITIVA.
A despeito dos entusiastas das tecnologias de informação e conhecimento (entre os quais me incluo, com as devidas ressalvas ao uso exagerado dessas novas ferramentas de trabalho em educação), o professor que tem pleno conhecimento dos conteúdos, que domina as técnicas de apresentação oral de suas idéias e que organiza suas aulas e projetos de trabalho com acuidade é e sempre será essencial para a educação.
O que não pode acontecer em relação a essa metodologia é a mesmice e nem tampouco sua utilização exclusiva como prática de trabalho em sala de aula. Durante muito tempo tenho pesquisado e perseguido alternativas de trabalho que tornem a educação muito mais atraente e interessante aos olhos de nossos estudantes. As mudanças pelas quais o mundo passou nas duas ou três últimas décadas mudaram completamente o perfil dos alunos com os quais trabalhamos.
O advento dos computadores, da Internet, dos comunicadores instantâneos, das câmeras digitais, impressoras, telefones celulares, televisores de plasma e LCD, aparelhos de DVD e tantas outras parafernálias eletrônicas que povoam os lares de milhões de pessoas no mundo todo transformaram radicalmente a relação que estabelecemos com a informação e com o conhecimento. Isso teve repercussões ainda maiores entre as pessoas que nasceram durante essa autêntica revolução tecnológica digital que estava acontecendo e que se acostumaram a conviver diariamente com todos esses equipamentos.

DESAFIE SEUS ALUNOS EM SUAS AULAS EXPOSITIVAS.
Para os jovens é muito mais fácil aprender a mexer com aparelhos como Ipods, celulares ou computadores. Isso não é somente afirmação de especialistas, qualquer um de nós pode constatar essa realidade no próprio ambiente doméstico quando tiramos da embalagem um desses equipamentos e os colocamos em uso.
Normalmente as crianças e adolescentes descobrem em poucos dias como se opera aquela máquina e quais são suas principais funções. Enquanto isso, as pessoas mais velhas da casa penam para utilizar essas tecnologias mesmo em suas funções mais básicas. É sempre necessário recorrer ao velho e bom manual de instruções em situações como essas para evitar embaraços...
Mesmo levando-se em conta todo o fascínio que essas ferramentas da tecnologia despertam em nossos estudantes não podemos deixar que o poder da palavra e do conhecimento acumulados a partir de anos de estudo e experiência sejam esquecidos ou desperdiçados. Tive uma excelente professora de história no Ensino Médio que foi quem realmente despertou o grande interesse que tenho pela área e que acabou influenciando decisivamente a minha escolha profissional.
Suas maiores qualidades eram a clareza nas exposições orais que fazia, a capacidade de síntese, a habilidade para transpor as informações para a lousa de forma a ilustrar e facilitar nossa compreensão dos conteúdos ensinados. Trabalhava com devoção e paixão pelo conhecimento, aprofundava-se constantemente, estudava e planejava suas aulas e demonstrava consideração pelos estudantes ao atender toda e qualquer dúvida que surgisse.

Valorize e estimule a participação de seus alunos.

Contava a história dando a ela o sabor e o caldo necessários para que todos nós ficássemos atentos e participássemos de suas aulas. Tudo isso aconteceu no início dos anos 1980 e, como você já deve estar pensando, não tínhamos computadores, Internet e nem mesmo televisores e videocassetes em nossas salas de aula. Os recursos eram a lousa, os livros e cadernos, os estojos com seus lápis e canetas e principalmente a imaginação, o estudo e o planejamento dos professores.
Do mesmo modo como me encantei com as aulas de história de nossa grande professora Maria Januária Vilela Santos, tantos outros contemporâneos de estudos acabaram se afeiçoando a matemática, a geografia, ao inglês, ao português, a biologia,... E em todos os casos o grande artífice dessa obra ou ainda o querubim que atingiu nossos corações e nos fez apaixonados por essas  áreas do conhecimento foram os professores.
Hoje em dia já surge a preocupação com o surgimento das novas gerações de professores que são totalmente dependentes da tecnologia e que, sem o auxílio de projetores, computadores, powerpoint ou Internet não são capazes de realizar seu trabalho com a qualidade que deles se espera.

Não estou aqui advogando em favor de um retrocesso ou agindo de forma saudosista. Lembro apenas que apesar de toda a tecnologia que existe no mundo temos que ser capazes de nos localizar no mundo a partir da leitura das estrelas no céu...
LEMBRO SEMPRE DOS GRANDES NAVIOS DE CARGA OU MILITARES QUE SINGRAM OS MARES E QUE, A DESPEITO DE TODOS OS MODERNOS EQUIPAMENTOS DE QUE DISPÕEM DEVEM SEMPRE TER A BORDO PESSOAS QUE SAIBAM UTILIZAR BÚSSOLAS, QUADRANTES, ASTROLÁBIOS E QUE TAMBÉM SAIBAM SE LOCALIZAR SEM O AUXÍLIO DOS GPS, CONTANDO APENAS COM AS CONSTELAÇÕES E CONSAGRANDO OS MAPAS QUE DIRECIONARAM OS CÉLEBRES VIAJANTES EM SUAS ROTAS RUMO AO DESCONHECIDO DURANTE A MODERNIDADE...
Nesse sentido penso que temos que alternar aulas em que utilizamos a tecnologia com aulas em que somos os protagonistas, sem esquecer, é claro, que em ambos os casos é possível inserir os dois componentes. Para que isso aconteça temos que, primeiramente acompanhar com o máximo de proximidade os lançamentos e novidades em livros, textos, artigos e estudos relacionados a nossa área de estudos e trabalho.

ATUALIZE-SE E PLANEJE SUAS AULAS PREVENDO A 
PARTICIPAÇÃO E AS DÚVIDAS DE SEUS ALUNOS.
Atualização é essencial em qualquer área do conhecimento. Isso não deve, obviamente, se tornar uma obsessão. Até mesmo porque vivemos num mundo tão voraz e acelerado que nem mesmo se tivéssemos todo o tempo do mundo disponível para realizar essa pesquisa permanente seríamos capazes de acompanhar tudo aquilo que se produz em uma determinada área do conhecimento.
PARA QUE SUA AULA EXPOSITIVA SEJA PERTINENTE É NECESSÁRIO ORGANIZAR OS ESQUEMAS MENTAIS QUE IRÃO ORIENTAR SUA PRÁTICA EM SALA DE AULA.
Selecione textos. Faça uma leitura acurada e precisa dos mesmos. Destaque as idéias importantes. Trabalhe sempre com mais de uma obra de referência em cada aula. Amplie a discussão trazendo opiniões e conceitos que entrem em choque e que motivem polêmica e discussões.
Mesmo sendo a sala de aula um palco onde teoricamente você é o protagonista, aprenda a dividir as atenções chamando seus alunos para participar opiniões, dividir seus conhecimentos. Nunca despreze a experiência anterior de seus estudantes, eles podem e devem auxiliar constantemente o desenvolvimento de uma aula expositiva. A partir de suas histórias de vida há muitos e muitos ensinamentos que irão reforçar (e muito) os conhecimentos do próprio professor. DIGA-SE DE PASSAGEM QUE A HUMILDADE INTELECTUAL É UMA DAS MAIORES VIRTUDES QUE UM PROFISSIONAL DA EDUCAÇÃO DEVE TER...
Apesar de ser uma aula expositiva não deixe de contar com o apoio de trechos de textos, mapas, imagens relacionadas ao tema trabalhado, trechos de filmes, artigos de jornais ou revistas, músicas, reproduções de obras de arte e/ou qualquer outro recurso que possa reforçar suas idéias.
DRAMATIZE SUAS AULAS. SE PUDER FAÇA AULAS DE TEATRO PARA REFORÇAR ESSA PRÁTICA. Isso permite que você dê aos conteúdos a alma e o encanto que em muitos casos faltam e que fazem com que os estudantes acabem se desinteressando pelo seu trabalho.
PARA FINALIZAR, NUNCA DEIXE DE DEMONSTRAR TODO O AMOR QUE VOCÊ TEM POR SUA ÁREA DO CONHECIMENTO E TAMBÉM PELA EDUCAÇÃO.
Quando as pessoas com as quais você está trabalhando percebem o quanto é importante para você esse trabalho, elas também acabam dando muito mais valor a sua profissão, a sua matéria e, consequentemente, ao curso que você está ministrando.
Em todas essas orientações e sugestões de trabalho com aula expositiva cabe ressaltar que o educador não deve jamais deixar de ser quem realmente é. Tenha personalidade, nunca abdique de sua essência e, acima de tudo, tenha orgulho de ser quem é e de fazer o que faz. Altivez é palavra de ordem em qualquer profissão, principalmente em educação...

João Luís Almeida Machado

Editor do Portal Planeta Educação; Doutorando pela PUC-SP no programa Educação:Currículo;
Mestre em Educação, Arte e História da Cultura pela Universidade Presbiteriana Mackenzie(SP);
Professor universitário e Pesquisador atuando no Centro Universitário Senac em Campos do Jordão

VISITE ESTE SITE
http://www.santaajudatecnicasdeestudo.com.br/home

#SANTAAJUDAESTUDAR

INTELIGÊNCIA EMOCIONAL : ( ótimo para professores) "AUTOCONSCIÊNCIA / GERIR AS EMOÇÕES / MOTIVARMO-NOS A NÓS MESMOS / GERIR RELACIONAMENTOS / RECONHECER AS EMOÇÕES DOS OUTROS/// QUEM PRECISA DESENVOLVER A INTELIGÊNCIA EMOCIONAL: Todas as pessoas e principalmente profissionais que lidam com o público como professores , médicos, executivos e empresários,ETC devem buscar identificar seus pontos fortes e pontos fracos em relação à Inteligência Emocional, e desenvolvê-los da melhor forma possível. Lembre-se que nunca é tarde para o crescimento pessoal. / VALE A PENA LER O TEXTO E REFLETIR SOBRE SUAS ATITUDES :O PRINCÍPIO 90/10

INTELIGÊNCIA EMOCIONAL 




A Inteligência Emocional explica-se como sendo a habilidade que se tem para aperceber-se, avaliar e gerir as emoções, tanto as próprias emoções, como as emoções dos outros ou até as de um grupo.
A Inteligência Emocional, nestes termos, pode servir para beneficiar a capacidade pessoal para gerir conflitos.
No nosso quotidiano, enquanto indivíduos, interagimos em permanência com outras pessoas ou com entidades, o que, mais tarde ou mais cedo, culpa nossa ou não, pode resultar em situações de potencial conflito.
É nesses momentos que importa   fazer apelo à inteligência das  emoções para resolver  conflitos.
Assim, a inteligência emocional, podemos dizer que está relacionada a habilidades tais como motivar-se a si mesmo e persistir em face a frustrações; controlar impulsos, canalizando emoções para situações apropriadas; motivar pessoas, ajudando-as a liberarem seus melhores talentos, e conseguir seu engajamento a objetivos de interesses comuns.

A COMPETÊNCIA EMOCIONAL DERIVA DO CONCEITO "INTELIGÊNCIA EMOCIONAL" MUITO ESTUDADO POR GOLEMAN , QUE SALIENTA CINCO DOMÍNIOS:
1-    "AUTOCONSCIÊNCIA – conhecer as nossas próprias emoções, reconhecer um sentimento enquanto está para acontecer  .
2-    GERIR AS EMOÇÕES – lidar com as sensações de modo apropriado é uma capacidade que nasce do autoconhecimento.
3-    MOTIVARMO-NOS A NÓS MESMOS –é essencial para concentrar a atenção, para a competência e para a criatividade.
4-     – a empatia,saber colocar-se no lugar do outro-  é a mais fundamental das aptidões pessoais.
5-    GERIR RELACIONAMENTOS – a arte de nos relacionarmos é, em grande medida, a aptidão para gerir as emoções dos outros. Estão na base da liderança e eficácia interpessoal".

PARA TRABALHAR ESTAS COMPETÊNCIAS É NECESSÁRIO COMPREENDER O COMPORTAMENTO HUMANO, NO SEU AGIR E NO SEU SENTIR. NESTA PERSPECTIVA, O CONCEITO DE INTELIGÊNCIA EMOCIONAL PODE SER DADO COMO:
 "A CAPACIDADE DE A PESSOA SE MOTIVAR A SI MESMA E PERSISTIR A DESPEITO DAS FRUSTRAÇÕES: DE CONTROLAR OS IMPULSOS E ADIAR A RECOMPENSA; DE REGULAR O SEU PRÓPRIO ESTADO DE ESPÍRITO E IMPEDIR QUE O DESANIMO SUBJUGUE A FACULDADE DE PENSAR; DE SENTIR EMPATIA E DE TER ESPERANÇA".


QUEM PRECISA DESENVOLVER A INTELIGÊNCIA EMOCIONAL

Todas as pessoas se beneficiarão ao desenvolver sua Inteligência Emocional. Estudantes conseguirão melhor aproveitamento na escola. Jovens terão melhores condições de conseguir seu primeiro emprego, e construí uma carreira de sucesso desde o início. Profissionais terão melhores oportunidades de crescimento e condições de assumir cargos de chefia. Chefes terão melhores condições de liderar suas equipes. Enfim, a Inteligência Emocional poderá ser a diferença entre uma trajetória bem sucedida, com uma vida cheia de realizações, ou uma carreira medíocre.

Todas as pessoas e principalmente profissionais que lidam com o público como professores , médicos, executivos e empresários,ETC devem  buscar identificar seus pontos fortes e pontos fracos em relação à Inteligência Emocional, e desenvolvê-los da melhor forma possível. 
Lembre-se que nunca é tarde para o crescimento pessoal.

 RESUMINDO : O controle emocional de uma pessoa é que vai determinar sua inteligência. Grande parte das empresas avalia muito mais a aptidão emocional do indivíduo do que o seu QI ( Quociente de inteligência ) puramente.
A INTELIGÊNCIA EMOCIONAL, É A COMBINAÇÃO DE EMOÇÃO, RAZÃO E CÉREBRO, E UMA PESSOA QUE ESTÁ DE BEM CONSIGO MESMA, PODE RENDER MUITO MAIS  DO QUE UMA PESSOA QUE VÊ PROBLEMA EM TUDO .
Então, trabalhando-se essa inteligência, a pessoa iria canalizar as emoções para os momentos apropriados, ela aprenderia a lidar com suas emoções e deixar a razão acima de tudo isso.
Para alcançar a inteligência emocional desejada é preciso um longo processo de estudo de sua própria personalidade,autoconhecimento ,análises e leituras do seu próprio comportamento e as conseqüências do seu modo de agir para você mesmo e para as pessoas de sua convivência .

SAIBA MAIS EM : http://exame.abril.com.br/topicos/inteligencia-emocional
http://www.sbie.com.br/blog/pessoas-otimistas-vivem-mais-como-inteligencia-emocional-explica-o-assunto/
http://pt.testsworld.net/teste-de-inteligencia-emocional.html

ESSE TEXTO APESAR DE SER MUITO ANTIGO , ILUSTRA PERFEITAMENTE UMA SITUAÇÃO EM QUE PODERIA SER APLICADA A INTELIGÊNCIA EMOCIONAL E TUDO SERIA DIFERENTE.

ASSIM , VALE A PENA LER O TEXTO E REFLETIR SOBRE SUAS ATITUDES.



     O PRINCÍPIO 90/10   
DUAS SITUAÇÕES IGUAIS, 
QUE TERMINAM MUITO DIFERENTE.
       
(Stephen Covey) - ADAPTADO POR MARIZETE CAJAÍBA

QUE PRINCÍPIO É ESSE?

Os 10% da vida estão relacionados com o que se passa com você, os outros 90% da vida estão relacionados com a forma como você reage ao que se passa com você. ( INTELIGÊNCIA EMOCIONAL)
O que isto quer dizer?
Realmente, nós não temos controle sobre 10% do que nos sucede.
Não podemos evitar que o carro enguice, que o avião atrase, que o semáforo fique no vermelho.
Mas, você é quem determinará os outros 90%.
Como? Com sua reação. ( INTELIGÊNCIA EMOCIONAL)


Exemplo:  Você está tomando o café da manhã com sua família. 
Sua filha, ao pegar a xícara, deixa o café cair na sua camisa branca de trabalho. 
Você não tem controle sobre isto. 
O QUE ACONTECERÁ EM SEGUIDA SERÁ
DETERMINADO POR SUA REAÇÃO. Então, você se irrita.  Repreende severamente sua filha e ela começa a chorar.
Você censura sua esposa por ter colocado a xícara muito na beirada da mesa. E tem prosseguimento uma batalha verbal.  Contrariado e resmungando, você vai mudar de camisa.  Quando volta, encontra sua filha chorando mais ainda e ela acaba perdendo o ônibus para a escola. Sua esposa vai pro trabalho, também contrariada. 

Você tem de levar sua filha, de carro, pra escola.
Como está atrasado, dirige em alta velocidade e é multado.
Depois de 15 minutos de atraso, uma discussão com o guarda de trânsito e uma multa
vocês chegam à escola, onde sua filha entra, sem se despedir de você.
Ao chegar atrasado ao escritório, você percebe que esqueceu sua maleta.
Seu dia começou mal e parece que ficará pior. 

Você fica ansioso pro dia acabar e quando chega em casa sua esposa e filha estão de cara fechada em silêncio e frias com você.  Por quê?
Por causa de sua reação ao acontecido no café da manhã. 
PENSE:  POR QUE SEU
 DIA FOI PÉSSIMO? A) por causa do café?
B) por causa de sua filha?
C) por causa de sua esposa?
D) por causa da multa de trânsito?
E) por sua causa?
A resposta correta é a E. 
Você não teve controle sobre o que aconteceu com o café... mas,  o modo como você reagiu naqueles 5 minutos foi o que deixou seu dia ruim., FALTOU INTELIGÊNCIA EMOCIONAL PARA LIDAR COM A SITUAÇÃO.
VAMOS VER O MESMO ACONTECIMENTO COM OUTRO TIPO DE REAÇÃO , BASEADO NA INTELIGÊNCIA EMOCIONAL, QUE REQUER AUTO-CONTROLE, PENSAR NAS CONSEQUÊNCIAS DAS ATITUDES PARA COM O OUTRO, ETCO café cai na sua camisa. Sua filha começa a chorar.
 Então, você diz a ela, gentilmente:
"Está bem, querida, você só precisa ter mais cuidado". 
Depois de pegar outra camisa e a pasta executiva  você volta, olha pela janela e vê sua filha pegando o ônibus. 
Dá um sorriso e ela retribui, dando
 um tchauzinho com a mão.       
        
  NOTOU A DIFERENÇA? 

DUAS SITUAÇÕES IGUAIS, QUE TERMINAM MUITO DIFERENTE.
POR QUÊ? 
Porque os outros 90% são determinados por sua reação. 

Agora que você já conhece o Princípio 90/10,
 utilize-o e tenha mais harmonia em sua vida
e com as pessoas que você ama, ou que fazem parte do seu dia a dia .
Você se surpreenderá com os resultados.

TEXTO ELABORADO POR MARIZETE CAJAIBA TENDO COMO FONTES PRINCIPAIS : 
http://www.scielo.oces.mctes.pt/scielo
http://velocidadedecruzeiro.blogspot.com.br
VISITE ESTE SITE
#SANTAAJUDAESTUDAR

domingo, 29 de maio de 2016

REPENSANDO O ATO DE COLAR E PASSAR A COLA - A ÉTICA E A COLA NA SALA DE AULA / CONSEQUÊNCIAS DO ATO DE COLAR E DE PASSAR A COLA / A ideia central deste texto é mostrar a urgente necessidade de novas posturas dos alunos em relação ao fenômeno da cola na sala de aula – o fato é que com a cola o aluno finge que aprende, obtém notas que não merece e as recebe sem se importar com um fator importante : “a honestidade” , bem como não se importar com o valor da aprendizagem. (TEXTO PARA PROFESSORES OFERECEREM A ALUNOS QUE SÃO SURPREENDIDOS COM COLA OU COLANDO OU AINDA, PASSANDO COLA)


VISITE ESTE SITE

#SANTAAJUDAESTUDAR



        REPENSANDO O ATO DE 


       COLAR E PASSAR A COLA

  REELABORADO POR MARIZETE CAJAIBA

A ÉTICA E A COLA NA SALA DE AULA
No decorrer do ano letivo é comum o aluno passar por um assunto muitas vezes discutido: A ética. Indagações são feitas tais como: O que é ser ético? O que é ética? Dentre outros questionamentos e ideologias estudadas.

            A ética é daquelas coisas que todo mundo sabe o que são, mas que não são fáceis de explicar, quando pergunta.” 
            Não se satisfazendo com essa definição, surge uma inquietude que se faz necessário verificar a história da palavra. Etimologicamente, ela é originada do grego ethos, que significa modo de ser ou o caráter. Em Filosofia, a ética significa o que é bom para o indivíduo e para a sociedade. É uma conduta humana que se qualifica como bem ou mal e muitas vezes é associada com a moral.

            Lançam-se mais duas perguntas, mas estas devem ser respondidas no fórum íntimo de cada um:

1.      Até que ponto comprometo a minha ética quando realizo a prática da cola, no processo de avaliação ?

2.      Deixo de agir com ética quando forneço a resposta da avaliação ao meu colega de classe?


     Antes de responder é preciso entender que a busca do conhecimento, por definição, envolve COMPROMISSO e RESPONSABILIDADE. Para tanto, se o aluno pratica a cola, além de negar o seu compromisso com seu saber, se comporta de maneira irresponsável com o seu futuro profissional e consequentemente deixa de ter uma atitude e uma postura ética. É válido destacar que a ética, neste caso, está vinculada a outro valor positivo para a sociedade: A HONESTIDADE. Portanto é preciso reforçar a ideia de que a cola é uma atitude negativa e pode se tornar VICIOSA E PREJUDICIAL, na formação de valores e princípios éticos.
A “COLA” NA ESCOLA É A PRÁTICA DE CONSULTAS ÀS ESCONDIDAS DE  IDEIAS E RESPOSTAS ALHEIAS NAS SITUAÇÕES DE AVALIAÇÃO.

      Há basicamente dois tipos de cola : a individual, onde envolve somente o aluno que se utiliza de métodos próprios ( papeizinhos escondidos, mensagem de celular, fone de ouvido,etc) e a cola de parceria , onde um aluno passa a informação para um ou mais colegas .

     Vários professores se queixam destas práticas fraudulentas dos alunos e contam com um grande
 problema : o formato de  salas de aula lotadas contribuem para a prática da cola .  O aluno se vale desta situação e usa e abusa dos descuidos dos professores para ampliar sua nota na avaliação.

     Estudos  mostram que muitos alunos que passam a cola , querem , na verdade demonstrar um ar de superioridade na sala de aula , uma vez que são sempre solicitados por seus colegas que muitas vezes se submetem para obter a cola…  PASSAR COLA É TÃO GRAVE QUANTO COLAR : ATRAPALHA O DESENVOLVIMENTO DO COLEGA COLANTE.


CONSEQUÊNCIAS DO ATO DE COLAR E DE PASSAR A COLA :

        Pensar com autonomia é pensar sozinho. Contudo, quando as coisas são apresentadas de maneira finalizada ou concluída, isso leva o sujeito que não foi educado a questionar e a refletir criticamente ao CONFORMISMO. Com a atitude da cola acontece a mesma coisa, o aluno “COLANTE” se torna inseguro e viciado nas ideias dos outros, e não se permite pensar com autonomia, ESSA PRÁTICA LEVA À DEPENDÊNCIA.

      QUEM FORNECE A COLA impede ao colega a  oportunidade de aprender com criticidade, tarefa tão importante para sua formação acadêmica e profissional.

     O ALUNO viciado em COLA e conformado em receber um pensamento de outro (atores dos livros ou colegas) por meio da cola, deixa de desafiar a si mesmo e exercitar as operações de pensamento tais como: comprar, resumir, observar conceitos, classificar, organizar dados, interpretar, buscar suposições e formular hipóteses para se tornar um cárcere de si mesmo.

Vale destacar que nas relações de trabalho , indivíduo não é valorizado pelas notas que obteve na universidade, mas pelo merecimento intrínseco de competências nas suas relações. As empresas desejam pessoas equilibradas emocionalmente, com posturas éticas nos conflitos, que garantam não só a prosperidade, mas a própria integração e a solidariedade de seus colaboradores, além dos conhecimentos e habilidades adequados num curso de formação universitária. Ou seja, não adianta o aluno tentar burlar os estudos na escola, pois os verdadeiros testes e avaliações são realizados diariamente na sua vida cotidiana e quem estará lá para  passar a cola?!
         A ideia central deste texto é mostrar a urgente necessidade de novas posturas dos alunos em relação ao fenômeno da cola na sala de aula – o fato é que com a cola o aluno  finge que aprende, obtém  notas que não merece  e as recebe sem se importar com um fator importante : “a honestidade” , bem como não se importar com o valor da aprendizagem.

Dentro da nossa premissa, os alunos devem, desde já, refletir sobre a ética e a cola na sala de aula, conscientes como futuros profissionais  que precisam dar exemplos de conduta.

      O SUJEITO APRENDE PARA TER NOVAS ATITUDES E VALORES, POIS QUANDO O INDIVÍDUO APRENDE, ELE SE TRANSFORMA.  

      O papel do professor, no decorrer do processo de ensino e aprendizagem, não é ser um detetive ou investigador do “crime escolar”, pronto para descobrir as mais sofisticadas fórmulas de  cola.

 DE NADA ADIANTA O DOCENTE( professor)  CONFISCAR A AVALIAÇÃO DO ALUNO “QUE COLA” OU QUE PASSA A COLA E APENAS MOSTRAR AS PUNIÇÕES APLICÁVEIS PARA ESTE “DELITO” SE NÃO HOUVER UMA REFLEXÃO SOBRE O QUE É SER ÉTICO, COMO FOI INDAGADO NA INTRODUÇÃO DESTE TEXTO.


     Deve-se ter a clareza de que o papel do professor é o de educar, modificar o comportamento do aluno, levá-lo adiante, fazê-lo avançar não só em aspectos quantitativos (notas), mas também em aspectos qualitativos, isto é, desenvolver valores éticos positivos para a vida em sociedade e para o seu bem estar.


(TEXTO  PARA PROFESSORES OFERECEREM A ALUNOS QUE SÃO SURPREENDIDOS COM COLA OU COLANDO OU AINDA, PASSANDO COLA)

ANÁLISE DO TEXTO:

1)            Leia o texto e reescreva as idéias principais.

2)            Qual a definição de cola?

3)            Por que colar é uma atitude negativa  para quem cola e para quem passa a cola?

4 a) Por que o aluno passa a cola?

4 b) Por que o aluno cola ? Quais as conseqüências dessa atitude?

5) Que atitude deve ter um professor ao pegar alunos envolvendo situação de cola?

6) A “COLA” NA ESCOLA É A PRÁTICA DE CONSULTAS ÀS ESCONDIDAS DE  IDEIAS E RESPOSTAS ALHEIAS NAS SITUAÇÕES DE AVALIAÇÃO. Tendo em vista esta definição :

a) Cite um exemplo na vida social  ( no trabalho por exemplo ) de um adulto  que poderia ser comparado a uma situação de cola na sala de aula. Avalie esta situação.

b) Faça uma definição própria para o termo “COLA” praticado na sala de aula

c) Desta forma como você analisa a sua atitude na sala de aula ?

7) Crie um pequeno texto conclusivo sobre a atitude de colar e passar cola  e as conseqüências.



SUGESTÕES PARA QUESTÕES DE PROVA DE GEOGRAFIA COM GABARITO - QUESTÕES : CAPÍTULO 9 – ÁGUAS CONTINENTAIS NA AMÉRICA / QUESTÕES : CAPÍTULO 10 - CLIMAS E COBERTURAS VEGETAIS NA AMÉRICA - FONTE : GEOGRAFIA HOMEM E ESPAÇO - 8►7 ANO ELIAN ALABI E ANSELMO LÁZARO


QUESTÕES : CAPÍTULO 9 SUGESTÕES PARA QUESTÕES DE PROVA DE GEOGRAFIA COM GABARITO - QUESTÕES : CAPÍTULO 9 – ÁGUAS CONTINENTAIS NA AMÉRICA /  QUESTÕES : CAPÍTULO 10 - CLIMAS E COBERTURAS VEGETAIS NA AMÉRICA - FONTE : GEOGRAFIA HOMEM E ESPAÇO - 8º ANO ELIAN ALABI E ANSELMO LÁZARO – ÁGUAS CONTINENTAIS NA AMÉRICA

VISITE ESTE SITE :http://www.santaajudatecnicasdeestudo.com.br/home
#SANTAAJUDAESTUDAR




VISITE




NO PLANETA TERRA EXISTE UMA GRANDE QUANTIDADE DE ÁGUA, A MAIORIA ESTÁ NOS OCEANOS, NOS CONTINENTES O PERCENTUAL É BEM MENOR, OS RIOS, POR EXEMPLO, CORRESPONDEM A UM PERCENTUAL MUITO PEQUENO. OS RIOS SEMPRE FORAM FUNDAMENTAIS PARA A SOCIEDADE, DESDE OS TEMPOS MAIS PRIMÓRDIOS. A ORIGEM DOS RIOS NADA MAIS É QUE O AFLORAMENTO DO LENÇOL FREÁTICO, QUANDO AS ÁGUAS SUBTERRÂNEAS CHEGAM À SUPERFÍCIE DANDO ORIGEM AS CHAMADAS “MINAS D’ÁGUA” OU NASCENTES QUE ESCOAM NAS IRREGULARIDADES DO RELEVO, FORMANDO OS RIOS.

1)    Sobre a disponibilidade de água no continente americano, NÃO PODEMOS AFIRMAR QUE :       1,0

(      ) Na América do Norte e na América do Sul, há rios bastante extensos, alguns dos quais formando grandes bacias hidrográficas.
(      ) No continente americano, apesar da grande disponibilidade de água, em muitos países, a água está mal distribuída, uma vez que existem também, extensas áreas de clima seco ou desesético.
(      ) A América Central  apresenta rios de pequena extensão, ou seja, que percorrem um pequeno trajeto até desaguarem no oceano Pacífico ou no oceano Atlântico
(   X   ) A América Central apresenta rios de grande exensão, que formam grandes bacias hidrográficas. A porção central do continente americano é constituída de montanhas, onde se situam rios que percorrem um grande trajeto, até desaguarem no oceano Atlântico.

2)  Sabemos que as características das bacias estão relacionadas às formas de relevo da região onde elas se localizam. Desta forma , ASSINALE ( V ) PARA AS AFIRMATIVAS VERDADEIRAS OU ( F ) PARA AS AFIRMATIVAS FALSAS:    1,0
(    F  ) As elevações do relevo apresentam declives, que orientam as direções dos rios. Esses declives são chamados de centros dispersores de águas.
(  V   ) As nascentes de rios localizam-se nas regiões mais elevadas do relevo 
(planaltos e montanhas e cordilheiras), às quais se dá o nome de centros dispersores de águas.
(  F  ) Entre os centros dispersores de águas do continente americano podemos citar por exemplo : Centro dispersor do Golfo do México, Centro dispersor do Atlântico Sul, centro dispersor do Pacíco Norte, etc
(   V  ) Entre os centros dispersores de águas do continente americano destacam-se: as montanhas Rochosas, os Apalaches, a Cordilheira dos Andes, por exemplo.
(  V  ) As elevações do relevo apresentam declives, que orientam as direções dos rios. Esses declives são chamados de vertentes.


PÁG 01


3)    AS PRINCIPAIS VERTENTES DO CONTINENTE AMERICANO  SÃO:

( 1 )   VERTENTE ÁRTICA   
( 2 ) VERTENTE DO ATLÂNTICO NORTE
( 3 )  VERTENTE DO GOLFO DO MÉXICO    
( 4 ) VERTENTE DO PACÍFICO NORTE
( 5 ) VERTENTE DO ATLÂNTICO SUL
QUESTÃO : A seguir nas afirmativas estão distribuídas as características das vertentes; descubra a qual vertente se refere cada uma das afirmativas abaixo  numerando a coluna
OBS : APENAS ASSINALE ABAIXO A NUMERAÇÃO CORRETA

( 2 ) O rio São Lourenço, cujo centro dispersor são os Apalaches, é o rio principal des
sa vertente.
( 4 ) Os rios mais expressivos dessa vertente, são os rios Colorado e o Sacramento, possuem um curso bastante acidentado, com muitas quedas d’água e cachoeiras.
( 5 )  Essa vertente é a mais extensa e a mais importante do continente, cujos rios principais são o Amazonas (bacia Amazônica), ocupa uma área de aproximadamente 7 milhões de Km².
( 3 ) O rio principal dessa vertente e da mais importante bacia hidrográfica da América do Norte é o Mississipi, navegável praticamente em toda sua extensão, pois é um típico rio de planície. Seu principal afluente é o rio Missouri.
( 1 ) O rio Mackenzie, o maior rio do Canadá, que nasce no Grande Lago do Escravo e deságua no oceano Glacial Ártico.


 A NUMERAÇÃO CORRETA É :     1,5

 (  X    )  2, 4, 5, 3, 1              
 (      )  2, 3, 5, 4, 1                 
 (      )  3, 4, 5, 2, 1  

4)    Ainda sobre vertentes, ASSINALE APENAS A AFIRMATIVA VERDADEIRA :     0,5
(     )    O rio Mississipi,que faz parte da vertente do Pacífico Norte, nasce no planalto do colorado, onde em seu curso escavado sobre as rochas sedimentares, suas águas abriram vales profundos   denominados vale do Mississipi.
(    X  ) O rio Colorado,  que faz parte da vertente do Pacífico Norte, nasce no planalto do colorado, onde em seu curso escavado sobre as rochas sedimentares, suas águas abriram vales profundos   denominado cânions, como O Grand Canyon.
(      ) O rio Colorado,  que faz parte da vertente do Atlântico Norte, nasce no planalto do colorado, onde em seu curso escavado sobre as rochas sedimentares, suas águas abriram vales profundos   denominado cânions, como as Cataratas do Niágara, um conjunto de saltos e corredeiras que atrai milhares de turistas todos os anos.

QUESTÕES : CAPÍTULO 10 - CLIMAS E COBERTURAS VEGETAIS NA AMÉRICA


5)    FATORES DO CLIMA : A combinação de fatores climáticos explica a variedade de climas e paisagens vegetais do continente americano.Vários fatores podem determinar o clima de uma região: Latitude,  Grandes massas de água, Relevo, Correntes marítimas ou Massas de água, Vegetação , Massas de ar e  Interferências humanas no meio ambiente, entre outros.
Sobre os fatores do clima, citados  entre as afirmativas  abaixo, ASSINALE APENAS AS AFIRMATIVAS INCORRETAS:   1,0

(      ) A latitude é a distância entre um lugar na superfície terrestre e a linha do Equador. Quanto maior a latitude, ou seja, quanto mais distante da linha do Equador, menores são as temperaturas.
(      ) As grandes massas de água ou correntes marítimas amenizam as temperaturas e favorecem a umidade. É por isso que as áreas próximas ao litoral têm clima mais ameno e úmido que as áreas do interior do continente (continentalidade).
(  X    ) As regiões próximas à linha do Equador terão climas mais frios e, as mais distantes, climas mais quentes.
(  X    ) O relevo influi de maneira marcante nas características climáticas do continente americano. No nível do mar, a temperatura é mais baixa; à medida que a altitude aumenta, a temperatura aumenta também.


6)    NAS AFIRMATIVAS ABAIXO HÁ CARACTERÍSTICAS COM ALGUNS DOS FATORES DOS CLIMA.   ASSINALE ( V ) PARAS AS VERDADEIRAS OU ( F )  PARA AS FALSAS:  1,0

(   V   ) A continentalidade é um fator que marca as regiões com uma distância maior do oceano, resultando em maior amplitude( diferença) térmica e menor umidade, que se verifica mais acentuadamente no interior da América do Norte e da América do Sul
(  V    ) Sobre os fatores do clima, o relevo pode explicar através das elevadas  altitudes ,  as eternas neves dos Andes em plena zona equatorial.
(  V    ) O relevo pode constituir também como um fator determinante do clima, pois as regiões de maior altitude podem barrar ou impedir a penetração de uma massa de ar, o que justificaria a ocorrência de aridez no oeste dos EUA e da semi-aridez no Sertão nordestino brasileiro.
(    F  )  O continente americano ocupa quase toda a extensão norte-sul do globo, sendo atravessado por todos os paralelos principais: Equador, Trópico de Câncer, Trópico de Capricórnio, Círculo polar Ártico e Antártico , fato que explica a grande variedade climática do continente.


7)    As correntes marítimas agem diretamente na temperatura e umidade do ar na região onde passam. SOBRE A INFLUÊNCIA DESSAS CORRENTES NO CLIMA , ESTÁ INCORRETA APENAS A SEGUINTE AFIRMATIVA:      0,5

(      ) No litoral Atlântico, a correntes do Labrador ( fria), formada nas proximidades da Groelândia, no inverno,  provoca quedas de temperatura chegando a congelar as águas dos rios e lagos da costa  nordeste da América do Norte.
(   X   )  A corrente de Humboldt, por ser quente, é um dos fatores responsáveis  pelas elevadas temperaturas do
Deserto do Atacama, no Chile.
(      )  No oceano Pacífico a  corrente fria  de Humboldt é um dos fatores responsáveis pelo clima árido ou desértico na maior parte do litoral peruano e no deserto do Atacama no Chile.
(      ) No sul do litoral Atlântico ,a corrente marítima das Falklands, é um dos principais fatores responsáveis pelo clima semiárido da Patogônia ( sul da Argentina).


8)    Devido à longa extensão no sentido norte-sul, às enormes variações de altitude do seu relevo e às vastas massas de água, o continente americano apresenta grande variedade de climas e paisagens vegetais .
QUESTÃO : Observe as  característica de cada  tipo de clima nas afirmativas abaixo, logo depois preencha a cruzadinha com o nome do clima :      2,5

Retângulo de cantos arredondados: 9Retângulo de cantos arredondados: 8Retângulo de cantos arredondados: 7Retângulo de cantos arredondados: 6Retângulo de cantos arredondados: 5Retângulo de cantos arredondados: 4Retângulo de cantos arredondados: 3Retângulo de cantos arredondados: 2Retângulo de cantos arredondados: 1Retângulo de cantos arredondados: 10

TEMPERADO
1) As estações do ano são bem definidas e as chuvas são mais concentradas no verão e na p
rimavera.
2) É muito quente e úmido ; as chuvas são bem distribuídas o ano todo. EQUATORIAL
3)  Tipo climático de transição entre as zonas temperada, mais fria, e a tropical, mais quente. Com invernos amenos e verões quentes, tem temperatura média anual em torno de 18º C.SUBTROPICAL
4) Esse clima predomina na maior parte das terras banhadas pelos rios da bacia Amazônica. EQUAT.
5) Apresenta grande variação de temperatura entre o dia e a noite e as chuvas são escassas e mal distribuídas.
DESÉRTICO
6) A temperatura média anual é elevada, superior a 20ºC . As chuvas se concentram no verão e o inverno é seco. TROPICAL
7) É o clima predominante no sul do Brasil, na Argentina, no Uruguai, no centro e no leste dos Estados Unidos
SUBTROPICAL.
8) Esse tipo de clima apresenta apenas duas estações bem definidas : o inverno e o verão. TROPICAL
9) Na área onde predomina esse tipo de clima, as temperaturas anuais são elevadas o ano inteiro e é encontrado também  no nordeste brasileiro. SEMIARIDO
10) Esse tipo de clima está presente em altas latitudes do hemisfério norte e tem como característica principal, baixíssimas temperaturas. POLAR

CRUZADINHA
1




E



O

2



A




A


3



T







4




T




L

5

E



R




6


O






7



T






L
8







L

9

E


A





10


L





“SIGAMOS, POIS, AS COISAS QUE CONTRIBUEM PARA A PAZ E PARA A EDIFICAÇÃO DE UNS PARA COM OS OUTROS.” – PAULO. (ROMANOS, 14:19.)
PENSE NISSO.

C



PÁG 04