quarta-feira, 12 de junho de 2013

As festas juninas SANTO ANTÔNIO, SÃO JOÃO E SÃO PEDRO A FESTA DE SÃO PEDRO

As festas juninas
SANTO ANTÔNIO, SÃO JOÃO E SÃO PEDRO
A FESTA DE SÃO PEDRO

As festas juninas são eventos tradicionais do calendário brasileiro e um bom retrato da diversidade cultural do país.
Mas sua origem remete às festas populares europeias, principalmente de Portugal, que vieram para o Brasil durante o processo de colonização.
NA BAGAGEM, OS PORTUGUESES TROUXERAM AS COMEMORAÇÕES DE ALGUNS SANTOS CATÓLICOS COMO SANTO ANTÔNIO, SÃO JOÃO E SÃO PEDRO, CELEBRADOS NO MÊS DE JUNHO.


O mês de Junho é caracterizado por danças, comidas típicas, bandeirinhas, além das peculiaridades de cada região.
FESTA JUNINA, QUE SE INICIA NO DIA 12 DE JUNHO, VÉSPERA DO DIA DE SANTO ANTÔNIO E ENCERRA NO DIA 29, DIA DE SÃO PEDRO.
O ponto mais elevado da festa ocorre nos dias 23 e 24, o dia de São João.
Durante os festejos acontecem quadrilhas, forrós, leilões, bingos e casamentos caipiras.
Os portugueses foram os responsáveis por trazê-la
 ao Brasil, e logo foi inserida aos costumes das populações indígenas e afro-brasileiras.

TRÊS SANTOS SÃO EFUSIVA E INTENSAMENTE COMEMORADOS EM JUNHO, EM TODO O BRASIL, DESDE O PERÍODO COLONIAL:
SANTO ANTÔNIO, SÃO JOÃO E SÃO PEDRO

A FESTA DE SANTO ANTÔNIO:
13 DE JUNHO
Fernando de Bulhões (verdadeiro nome de Santo Antônio), nasceu em Lisboa em 15 de agosto de 1195, numa família de posses.
Aos 15 anos entrou para um convento agostiniano, primeiro em Lisboa e depois em Coimbra, onde provavelmente se ordenou.
Em 1220 trocou o nome para Antônio e ingressou na Ordem Franciscana, na esperança de, a exemplo dos mártires, pregar aos sarracenos no Marrocos.. Seguiu para o atual Marrocos para desenvolver trabalho missionário, mas sua saúde não se adaptou ao clima africano. Após um ano de catequese nesse país, teve de deixá-lo devido a uma enfermidade e seguiu para a Itália .Adoeceu e regressou à Europa, fixando-se na Itália. Lá, demonstrou grande talento para a oratória, o qual desenvolveu praticando ao máximo durante nove anos.
INDICADO PROFESSOR DE TEOLOGIA pelo próprio são Francisco de Assis, lecionou nas universidades de Bolonha, Toulouse, Montpellier, Puy-en-Velay e Pádua, adquirindo grande renome como orador sacro no sul da França e na Itália.
Ficaram célebres os sermões que proferiu em Forli, Provença, Languedoc e Paris. Em todos esses lugares seus sermões encontravam forte apoio , pois lhe eram atribuídos feitos prodigiosos, o que contribuía para o crescimento de sua fama de santidade.
A SAÚDE SEMPRE PRECÁRIA levou-o a recolher-se ao convento de Arcella, perto de Pádua, onde escreveu uma série de sermões para domingos e dias santificados, alguns dos quais seriam reunidos e publicados entre 1895 e 1913.

POSSUÍA GRANDE CONHECIMENTO DA BÍBLIA E SEUS SERMÕES impressionavam tanto os intelectuais quanto as pessoas simples.
Alguns de seus escritos foram conservados e são conhecidos ainda hoje.
SEU CARISMA CONQUISTAVA MULTIDÕES.
A SAÚDE, PORÉM, CONTINUAVA FRÁGIL E ELE MORREU COM CERCA DE 35 ANOSAPÓS UMA CRISE DE HIDROPISIA (Acúmulo patológico de líquido seroso no tecido celular ou em cavidades do corpo), Antônio morreu a caminho de Pádua em 13 de junho de 1231.
FOI CANONIZADO EM 13 DE MAIO DE 1232 (apenas 11 meses depois de sua morte) pelo papa Gregório IX.
Está enterrado em Pádua (Itália) e sobre seu túmulo ergueu-se uma basílica, que é lugar de grande peregrinação.

A PROFUNDIDADE DOS TEXTOS DOUTRINÁRIOS DE SANTO ANTÔNIO FEZ COM QUE EM 1946 O PAPA PIO XII O DECLARASSE DOUTOR DA IGREJA.
 NO ENTANTO, O MONGE FRANCISCANO CONHECIDO COMO SANTO ANTÔNIO DE PÁDUA OU DE LISBOA TEM SIDO, AO LONGO DOS SÉCULOS, OBJETO DE GRANDE DEVOÇÃO POPULAR.
Sua veneração é muito difundida nos países latinos, principalmente em Portugal e no Brasil.
Santo Antônio- conhecido como santo casamenteiro, santo que protege e preserva o amor e também um santo que encontra coisas. PADROEIRO DOS POBRES E CASAMENTEIRO, É INVOCADO TAMBÉM PARA O ENCONTRO DE OBJETOS PERDIDOS.
Sobre seu túmulo, em Pádua, foi construída a basílica a ele dedicada.
DEVOÇÃO DE SANTO ANTÔNIO:
Santo Antônio e menino Jesus
Normalmente representado em imagens segurando o menino Jesus, ele é o famoso santo casamenteiro.
É invocado para auxililar solteiras e solteiros a encontrarem seu par ideal "arrumar casamento".
INCLUSIVE, HÁ VÁRIAS SIMPATIAS PARA “PRESSIONÁ-LO” A AJUDAR OS DESESPERADOS: é possível deixá-lo de cabeça para baixo ou, então, separá-lo do menino Jesus até o pedido ser atendido.
A conta de afazeres do padroeiro dos pobres já é grande, mas ele ainda encontra tempo para ajudar quem quer encontrar objetos perdidos.
TODO DIA 13 DE JUNHO, AS IGREJAS COSTUMAM DISTRIBUIR OS TRADICIONAIS PAEZINHOS DE SANTO ANTÔNIO. EM VEZ DE COMÊ-LO, O PÃO DEVE FICAR GUARDADO EM UMA LATA DE MANTIMENTO PARA GARANTIR FARTURA DE COMIDA DURANTE O ANO.

Padroeiro dos pobres, santo casamenteiro, sempre sendo invocado para se achar objetos perdidos.
É também Patrono dos Aflitos.
Data Comemorativa: 13 de Junho.

A FESTA DE SÃO JOÃO
24 de junho

 A TRADIÇÃO DE COMEMORAR O DIA DE SÃO JOÃO VEIO DE PORTUGAL, ONDE AS FESTAS SÃO CONHECIDAS PELO NOME DE SANTOS POPULARES E CORRESPONDEM A DIVERSOS FERIADOS MUNICIPAIS: SANTO ANTÔNIO, EM LISBOA; SÃO PEDRO, NO SEIXAL; SÃO JOÃO, NO PORTO, EM BRAGA E EM ALMADA.

A FESTA DE SÃO JOÃO BRASILEIRA É TÍPICA DA REGIÃO NORDESTE.
-Em Campina Grande, na Paraíba, a festa junina atrai milhares de pessoas.
-A canjica e a pamonha são comidas tradicionais da festa.
-O lugar onde ocorrem os festejos juninos é chamado de arraial, onde há barracas ou um galpão adaptado para a festa.
- As festas de São João são ainda comemoradas em alguns países europeus católicos, protestantes e ortodoxos.
- Em algumas festas europeias de São João são realizadas a fogueira de São João e a celebração de casamentos reais ou encenados, semelhantes ao casamento fictício, que é um costume no baile da quadrilha nordestina.

ASSIM SURGIU A FESTA DE SÃO JOÃO
Dizem que Santa Isabel era muito amiga de Nossa Senhora e, por isso, costumavam visitar-se.
Uma tarde, Santa Isabel foi à casa de Nossa Senhora e aproveitou para contar-lhe que, dentro de algum tempo, iria nascer seu filho, que se chamaria João Batista.
NOSSA SENHORA, ENTÃO, PERGUNTOU-LHE:
- Como poderei saber do nascimento do garoto?
ACENDEREI UMA FOGUEIRA BEM GRANDE; ASSIM VOCÊ DE LONGE PODERÁ VÊ-LA E SABERÁ QUE JOÃOZINHO NASCEUMANDAREI, TAMBÉM, ERGUER UM MASTRO, COM UMA BONECA SOBRE ELE.
SANTA ISABEL CUMPRIU A PROMESSA.

Um dia, Nossa Senhora viu, ao longe, uma fumacinha e depois umas chamas bem vermelhas
Dirigiu-se para a casa de Isabel e encontrou o menino João Batista, que mais tarde seria um dos santos mais importantes da religião católica. Isso se deu no dia vinte e quatro de junho.COMEÇOU, ASSIM, A SER FESTEJADO SÃO JOÃO COM MASTRO, E FOGUEIRA E OUTRAS COISAS BONITAS COMO: foguetes, balões, danças, etc…
POR QUE EXISTEM E BOMBAS PARA ALEGRAR OS FESTEJOS DE SÃO JOÃO.
Pois bem, antes de São João nascer, seu pai, São Zacarias, andava muito triste, porque não tinha um filhinho para brincar.
Certa vez, apareceu-lhe um anjo de asas coloridas, todo iluminado por uma luz misteriosa e anunciou que Zacarias ia ser pai.
A sua alegria foi tão grande que Zacarias perdeu a voz, emudeceu até o filho nascer.
No dia do nascimento, mostraram-lhe o menino e perguntaram como desejava que se chamasse.
Zacarias fez grande esforço e, por fim, conseguiu dizer:
- João!
Desse instante em diante, Zacarias voltou a falar.
Todos ficaram alegres e foi um barulhão enorme. Eram vivas para todos os lados.
Lá estava o velho Zacarias, olhando, orgulhoso, o filhinho lindo que tinha…
FOI ENTÃO QUE INVENTARAM AS BOMBINHAS DE FAZER BARULHO, TÃO APRECIADAS PELAS CRIANÇAS, DURANTE OS FESTEJOS JUNINOS.
EM GERAL, OS DIAS CONSAGRADOS AOS SANTOS SÃO AQUELES EM QUE ELES MORRERAM. NO CASO DE SÃO JOÃO BATISTA, ACONTECE O CONTRÁRIO:
comemora-se o seu nascimento, que teria sido em 24 de junho de ano desconhecido. João Batista foi profeta e precursor de Jesus Cristo. Era filho de Zacarias, um sacerdote de Jerusalém, e de Isabel, parente da mãe de Jesus.

João apareceu como pregador itinerante em 27 d.C. AQUELES QUE CONFESSAVAM SEUS PECADOS ERAM POR ELE LAVADOS NO RIO JORDÃO, NA CERIMÔNIA DO BATISMO.
Atualmente, Israel e a Jordânia disputam a posse do local exato do rio onde São João batizava, já que isso atrai uma imensa quantidade de peregrinos e turistas.
JOÃO TEVE MUITOS DISCÍPULOS E BATIZOU O PRÓPRIO JESUS.
Porém, logo depois, foi atirado na prisão por haver censurado o rei Herodes Antipas, quando este se casou com Herodíades, a mulher de seu meio-irmão.

De acordo com a Bíblia, Herodes prometeu à jovem Salomé, filha de Herodíades e execelente dançarina, o que ela lhe pedisse, depois de tê-la visto dançar. Instigada pela mãe, Salomé pediu a cabeça de João Batista, que lhe foi entregue numa bandeja. O episódio teria ocorrido em 29 d.C.
EM VEZ DE JUNINA, MUITOS CHAMAM OS FESTEJOS DE SÃO JOÃO, POIS DIA 24 É O AUGE DAS FESTIVIDADES, EXATAMENTE QUANDO SE COMEMORA O ANIVERSÁRIO DE SÃO JOÃO BATISTA, O SANTO FESTEIRO.
A lenda diz que nesse dia ele prefere dormir o dia todo para não ver as fogueiras na Terra e ficar com vontade de descer e comemorar também.
Por isso mesmo, as pessoas soltam fogos de artifício para tentar acordá-lo.
 ENTRE OS COSTUMES CATÓLICOS, A FESTA JUNINA É MARCADA PELO LEVANTAMENTO DO MASTRO DE SÃO JOÃO. FOI SÃO JOÃO QUEM CRIOU O BATISMO E QUE BATIZOU O PRIMO JESUS.

A FESTA DE SÃO PEDRO:
29 de junho


AS FESTIVIDADE DE SÃO PEDRO
SÃO PEDRO, O FUNDADOR DA IGREJA CATÓLICA
São Pedro, o Apóstolo e o pescador do lago de Genezareth, cativa seus devotos pela história pessoal.
-HOMEM DE ORIGEM HUMILDE, ELE FOI APÓSTOLO DE CRISTO E DEPOIS ENCARREGADO DE FUNDAR A IGREJA CATÓLICA, TENDO SIDO SEU PRIMEIRO PAPA.
CONSIDERADO O PROTETOR DAS VIÚVAS E DOS PESCADORES.
 A DATA FESTIVA DE SÃO PEDRO:
São Pedro é festejado no dia 29 de junho, com a realização de grandes procissões marítimas em várias cidades do Brasil.

 Em terra, os fogos e o pau-de-sebo são as principais atrações de sua festa.

Depois de sua morte, São Pedro, segundo a tradição católica, foi nomeado chaveiro do céu. Assim, para entrar no paraíso, é necessário que o santo abra suas portas.
Também lhe é atribuída a responsabilidade de fazer chover. Quando começa a trovejar, e as crianças choram com medo, é costume acalmá-las, dizendo: “É a barriga de São Pedro que está roncando” ou “ele está mudando os móveis de lugar”.
No dia de São Pedro, todos os que receberam seu nome devem acender fogueiras na porta de suas casas.
Além disso, se alguém amarrar uma fita no braço de alguém chamado Pedro, ele tem a obrigação de dar um presente, em homenagem ao santo.
A FESTA DE SÃO PEDRO
Em homenagem ao santo, acendem-se fogueiras, erguem-se mastros com sua bandeira e queimam-se fogos.
A NOITE DE 29 DE JUNHO NÃO É TÃO EMPOLGANTE QUANTO A ANIMAÇÃO VERIFICADA NA FESTA DE SÃO JOÃO.
Também se fazem procissões terrestres, organizadas pelas viúvas, e PESCADORES , pois, como vimos, São Pedro é o protetor dos pescadores e das viúvas.
Em várias regiões do Brasil, a brincadeira mais comum na festa é a do pau-de-sebo.
Embora São Paulo também seja homenageado em 29 de junho, ele não é figura de destaque nas festividades desse mês.

SÃO PEDRO TAMBÉM TEM PARTE DE SUA VIDA REGISTRADA PELO NOVO TESTAMENTO.
Era um pescador no mar da Galiléia, casado, irmão de Santo André. Juntamente com este, foi chamado por Cristo para tornar-se "pescador de homens".
SEU NOME ORIGINAL ERA SIMÃO, MAS JESUS DEU-LHE O TÍTULO DE KEPHAS, QUE, EM LÍNGUA ARAMAICA, SIGNIFICA "PEDRA", E CUJO EQUIVALENTE GREGO TORNOU-SE PEDRO.
O nome se origina quando Simão declarou "Tu és Cristo, o filho de Deus vivo", ao que Jesus respondeu "Tu és Pedro e sobre essa Pedra edificarei minha Igreja", entregando-lhe as "chaves do reino do Céu" e o poder de "ligar e desligar".
OS EVANGELHOS DÃO TESTEMUNHO DA POSIÇÃO DE DESTAQUE OCUPADA POR PEDRO ENTRE OS DISCÍPULOS DE JESUS.
No entanto, mesmo assegurando que jamais trairia Cristo, negou conhecê-lo por três vezes, quando seu mestre foi preso.
Após a ressurreição, Pedro foi o primeiro apóstolo a quem Cristo apareceu e, depois disso, ele se tornou chefe da comunidade cristã.
A tradição, que não está relatada explicitamente no Novo Testamento, conta que Pedro teria sido crucificado em Roma. O fato tem sido muito questionado, mas as pesquisas arqueológicas têm contribuido para confirmar a tradição, deixando claro que Pedro foi martirizado a mando de Nero.

CONTA-SE QUE ELE PEDIU PARA SER CRUCIFICADO DE CABEÇA PARA BAIXO, PARA NÃO IGUALAR-SE A JESUS.


NO LOCAL ONDE FOI SEPULTADO, SEGUNDO A TRADIÇÃO, ERGUEU-SE A BASÍLICA DO VATICANO, MAS AS ESCAVAÇÕES FEITAS NO LOCAL NÃO SÃO CONCLUSIVAS QUANTO AO FATO DE ALI SER OU NÃO O TÚMULO DO SANTO.

Nenhum comentário:

Postar um comentário