sexta-feira, 17 de outubro de 2014

HORÁRIO DE VERÃO : O objetivo do horário de verão / VANTAGENS E DESVANTAGENS / COMEÇA DIA 19 E DEVE TERMINAR NO DIA 22 DE DE FEVEREIRO MUDANÇA NO RELÓGIO VAI DURAR UM POUCO MAIS DO QUE A LEI PREVÊ NESTA ESTAÇÃO, POR CONTA DO CARNAVAL / VANTAGENS E DESVANTAGENS /

HORÁRIO DE VERÃO COMEÇA DIA 19 E DEVE TERMINAR NO DIA 22 DE  DE FEVEREIRO
MUDANÇA NO RELÓGIO VAI DURAR UM POUCO MAIS DO QUE A LEI PREVÊ NESTA ESTAÇÃO, POR CONTA DO CARNAVAL
O horário de verão  é um ajuste feito nos horários marcados por nossos relógios em determinadas épocas do ano para que possamos adaptar nossa rotina ao tempo em que o sol nasce e se põe com o fim de aproveitar melhor as horas de sol para economizar a utilização de energia artificial.
Se não fizéssemos esse ajuste, em uma parte do ano, a maioria dos brasileiros sairia para trabalhar um tempo depois do sol já ter nascido e voltaria depois dele já ter se posto, o que faria com que houvesse a necessidade de um consumo maior de energia artificial

O HORÁRIO DE VERÃO É ADOTADO NESTA ESTAÇÃO PELO FATO DE OS DIAS SEREM MAIS LONGOS, DEVIDO À POSIÇÃO DA TERRA EM RELAÇÃO AO SOL. Isso faz com que as luzes nas residência e espaços públicos sejam acendidas mais tarde. Com isso, a medida se torna uma forma eficiente de economizar energia.
O HORÁRIO DE VERÃO SÓ SE APLICA NAS REGIÕES MAIS AFASTADAS DA LINHA DO EQUADOR. Já para as regiões mais próximas desse ponto, os dias e as noites têm a mesma duração durante todo o ano, fazendo com que essa prática alcance resultados menores ou até mesmo não alcance vantagens em economia. 
No Brasil o horário de verão é adotado desde 1931 (Governo Vargas), porém de forma descontínua e apenas nas regiões sul, centro-oeste e sudeste.
Isso porque, quanto mais próxima a região estiver da linha do Equador, menos variação há na forma com que o sol atinge a região durante o ano (por causa da oscilação do eixo de rotação da terra) o que faz com que não haja uma economia muito significativa (embora, segundo a ONS, adotemos o horário de verão para não sobrecarregar o sistema de distribuição de energia no horário de pico), motivo pelo qual o Brasil é um dos poucos países situados entre os Trópicos de Câncer e Capricórnio a adotar este sistema.
A IDEIA FOI LANÇADA EM 1784 POR BENJAMIM FRANKLIN, POLÍTICO E INVENTOR AMERICANO, quando não havia ainda luz elétrica. De início, não teve muita aceitação por parte do governo dos Estados Unidos. O primeiro país a adotar oficialmente o horário de verão foi a Alemanha, em 1916, em plena Primeira Guerra, para economizar os gastos com carvão.
NO BRASIL, O PRIMEIRO HORÁRIO DE VERÃO FOI REALIZADO ENTRE 1931 E 1932, PELO PRESIDENTE GETÚLIO VARGAS, com duração de 5 meses. A prática vem sendo adotada sem interrupções desde 1985, com algumas diferenças nos estados que aderem e períodos de duração.
Somente em 2008, o decreto 6.558, durante o governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, definiu as datas para a mudança de horário e fixou a duração da medida em quatro meses.

ECONOMIA DE ENERGIA - O objetivo do horário de verão é aproveitar os dias mais longos, com mais tempo de iluminação solar, para diminuir o consumo de energia elétrica no horário de pico, que vai das 18h às 21h. A redução durante a mudança deve ser de cerca de 5% nos estados participantes.
O HORÁRIO BRASILEIRO DE VERÃO 2014/2015 COMEÇA NO DIA 19 DESTE MÊS, QUANDO OS RELÓGIOS SERÃO ADIANTADOS EM UMA HORA NAS REGIÕES SUL, SUDESTE E CENTRO-OESTE.

A medida, adotada para economizar energia no horário de maior consumo, vai ser um pouco mais comprida, por causa do Carnaval, E VAI ATÉ O DIA 22 DE FEVEREIRO DO ANO QUE VEM.
Pelo decreto que instituiu o horário de verão, a medida deve ser iniciada sempre no terceiro domingo de outubro e encerrada no terceiro domingo de fevereiro do ano subsequente.
MAS, NO ANO EM QUE HOUVER COINCIDÊNCIA COM O DOMINGO DE CARNAVAL, O FIM DO HORÁRIO DE VERÃO DEVE SER NO DOMINGO SEGUINTE. COMO EM 2015 O CARNAVAL SERÁ NO DIA 17 DE FEVEREIRO, O HORÁRIO DE VERÃO DEVERÁ ACABAR NO DIA 22 DE FEVEREIRO. O objetivo é evitar que, em meio a um feriado, alguns esqueçam de ajustar os relógios.

COM O HORÁRIO DE VERÃO É POSSÍVEL REDUZIR A DEMANDA POR ENERGIA NO PERÍODO DE SUPRIMENTO MAIS CRÍTICO DO DIA, ENTRE AS 18H E AS 21H, quando a coincidência da utilização de energia elétrica por toda a população provoca um pico de consumo. Com a redução, o uso de energia gerada por termelétricas pode ser evitado, reduzindo o custo da geração de eletricidade.
ANTES DE ADIANTAR SEU RELÓGIO EM UMA HORA NO DOMINGO, SAIBA MAIS SOBRE A ECONOMIA GERADA PELA MUDANÇA O HORÁRIO DE VERÃO:
-  É um aliado de quem aprecia dias estendidos, uma fonte de economia para os governos e um alívio para a sobrecarga de consumo.
- Na temporada 2013/2014, por exemplo, o Ministério de Minas e Energia afirmou que R$ 4,6 bilhões deixaram de ser aplicados em geração e transmissão nos Estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Espírito Santo, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Goiás, mais o Distrito Federal .
-  Nos últimos 15 anos, a economia chegou a 36.327 MW em todo o Brasil, conforme levantamento obtido junto ao Operador Nacional do Sistema (ONS). No Rio Grande do Sul, o número foi de 3.012 MW.
-  “As análises também demonstram que a redução da demanda de ponta tem evitado novos investimentos, da ordem de R$ 2 bilhões por ano, na construção de usinas geradoras de energia.

MAS UM DOS PRINCIPAIS OBJETIVOS DO HORÁRIO DE VERÃO É ECONOMIZAR ENERGIA, JÁ QUE VOCÊ VOLTANDO MAIS CEDO PARA CASA PODERÁ TERMINAR SEUS AFAZERES SEM A NECESSIDADE DE UTILIZAR A ENERGIA ELÉTRICA NOS HORÁRIOS DE MAIOR PICO. A iluminação pública, por exemplo, também será utilizada um pouco mais tarde e não será ao mesmo tempo em que a população solicitará o serviço doméstico, dessa forma a curva de consumo será bem menor.
O HORÁRIO DE VERÃO SEMPRE TRAZ MAIS VANTAGENS DO QUE DESVANTAGENS PARA AS PESSOAS, A QUESTÃO É QUE A MAIORIA DELAS ENXERGAM APENAS O LADO CHATO DE TER QUE ACORDAR CEDO, NÃO ENTENDENDO QUE ESTA MEDIDA FAZ BEM PARA A VIDA SOCIAL DAS PESSOAS E PARA O MEIO AMBIENTE.
A maioria das pessoas  não gosta de ter que acordar uma hora mais cedo, mas em compensação chegam em casa também uma hora mais cedo,  com o dia ainda claro.
Assim você já pode observar uma das vantagens do horário de verão, chegando mais cedo é possível aproveitar mais tempo a luz do dia, curtir ainda uma praia, um parque, uma caminhada. correr, jogar vôlei, futebol e ainda voltar para casa com a sensação de que o dia foi ainda mais produtivo.

É VERDADE QUE O HORÁRIO DE VERÃO ATRAPALHA O FUNCIONAMENTO DO ORGANISMO?

PARA OS MAIS SENSÍVEIS, SIM. O ORGANISMO FUNCIONA COMO UM RELÓGIO, O QUE SIGNIFICA TER SONO EM DETERMINADOS HORÁRIOS E FOME EM OUTROS. Quando se adiantam os ponteiros uma hora, o corpo não se adapta automaticamente. O sono, principalmente, fica perturbado. Os que mais sofrem são os “pequenos dormidores” – indivíduos que passam cerca de cinco horas na cama – e os “grandes dormidores” – que precisam de dez horas. Os dois tipos representam cerca de 20% da população.

Durante uma semana eles não sentem sono no horário em que normalmente dormiram porque os ponteiros estão adiantados. E estarão sonolentos ao se levantar. “Isso provoca uma queda na concentração durante o dia, aumentando os riscos de acidentes no trabalho ou no trânsito”, diz o cronobiologista Nelson Marques, da Universidade de São Paulo. “Torna-se também difícil realizar trabalhos que exigem atenção.“ O problema volta a ocorrer com o fim do horário de verão, quando os relógios são atrasados em uma hora.

TEXTO ELABORADO POR MARIZETE CAJAIBA COM FONTES DA INTERNET:
http://www.infoescola.com/geografia/horario-de-verao/
http://www.horadebrasilia.com/horario-de-verao.php

Nenhum comentário:

Postar um comentário