sexta-feira, 12 de julho de 2013

RECICLAGEM DE GARRAFA PET / MEIO AMBIENTE – TEMA : SUSTENTABILIDADE – ANÁLISE DO TEXTO : GARRAPA PET - PROBLEMAS E SOLUÇÕES


GEO-ANÁLISE -  MEIO AMBIENTE – TEMA : SUSTENTABILIDADE –  
  ANÁLISE DO TEXTO : GARRAPA PET - PROBLEMAS E SOLUÇÕES
elaborado pela professora Marizete Cajaíba
1-              GRUPO DE TRÊS ALUNOS ; - UM TRABALHO PARA O GRUPO EM FOLHA DO PRÓPRIO CADERNO OU FICHÁRIO
2-              ELABORAR UMA CAPA COM  TEMA DA PESQUISA,  NOME DOS INTEGRANTES, ETC
3-              REALIZAÇÃO DA PESQUISA EM CLASSE, ONDE SERÃO OBSERVADOS  E VALORIZADOS O COMPORTAMENTO E A PARTICIPAÇÃO ADEQUADA DE CADA  ALUNO.
4-              COMO FAZER A ANÁLISE
a)       LEIA O TEXTO ANALISANDO  SUBLINHANDO AS INFORMAÇÕES, DADOS, CURIOSIDADES, ETC
b)      ELABORE UM “MANUAL’”   COM AS INFORMAÇÕES BÁSICAS SOBRE  RECICLAGEM DE GARRFAS PET.
5- DICA:
-IDEALIZE UM MANUAL ESCLARECEDOR  PARA INFORMAR OUTROS ADOLESCENTES OU CRIANÇAS SOBRE O ASSUNTO ( PARA ISSO UTILIZE A CRIATIVIDADE .
6 –  TENHA MUITO  CAPRICHO
GARRAFA PET - PROBLEMAS E SOLUÇÕES
Em 1988 a garrafa plástica feita com polietileno surgiu ,como opção leve e barata substituindo assim as garrafas de vidro . As embalagens de garrafas plásticas para bebidas (PET) são ideais para o acondicionamento de alimentos, devido às suas propriedades de barreiras que impossibilitam a troca de gases e absorção de odores externos, mantendo as características originais dos produtos envasados. Além disto, são leves, versáteis e 100% recicláveis. 68% de todo refrigerante produzido no país é embalado em garrafas PET.

Mas infelizmente não foram criadas junto com as Pets (como são conhecidas hoje ) a solução para o descarte ou até mesmo reutilização , isso fez com que se juntassem montanhas de plástico sem utilidade e que levam milhares de anos para se decompor no meio ambiente .

O Brasil produz anualmente cerca de 3 bilhões de garrafas PET, um produto 100% reciclável, mas o volume de reciclagem atualmente hoje  beira os 50%.O que significa que ao menos um bilhão de garrafas Pet são descartadas no meio ambiente por ano ,isso somente no Brasil .
As garrafas Pet muitas das vezes são descartadas no meio ambiente e demoram muito tempo para se decompor prejudicando assim , o solo , animais e plantas
  PET :  POLI ETILENO    TEREFTALATO -   é um tipo de plástico muito utilizado na fabricação de garrafas (refrigerantes, água, sucos, óleos e etc.) e de alguns tipos de tecidos. Do ponto de vista químico, o PET é um polímero termoplástico. UMA DAS GRANDES VANTAGENS DO PET é que ele pode ser reprocessado várias vezes, facilitando e favorecendo seu processo de reciclagem e uso contínuo na cadeia produtiva.
 QUAIS AS VANTAGENS DA RECICLAGEM DAS GARRAFAS PET?
- PET - Desenvolvido pelos químicos ingleses Whinfield e Dickson em 1941, o PET (polietileno tereftalato) é um material termoplástico. Isto significa que ele pode ser reprocessado diversas vezes pelo mesmo ou por outro processo de transformação. Quando aquecidos a temperaturas adequadas, esses plásticos amolecem, fundem e podem ser novamente moldados.
• Redução do volume de lixo nos aterros sanitários e melhoria nos processos de decomposição de matérias orgânicas nos mesmos.
 ( O PET acaba por prejudicar a decomposição pois impermeabiliza certas camadas de lixo, não deixando circularem gases e líquidos).
• Economia de petróleo pois o plástico é um derivado.
• Economia de energia na produção de novo plástico.
• Geração de renda e empregos.
• Redução dos preços para produtos que têm como base materiais reciclados.
• No caso do PET de 2 litros, a relação entre o peso da garrafa (cerca de 54g) e o conteúdo é uma das mais favoráveis entre os descartáveis. Por esse motivo torna-se rentável sua reciclagem.
• O material não pode ser transformado em adubo. Plástico e derivados não podem ser usados como adubo, pois não há bactéria na natureza capaz de degradar rapidamente o plástico, ASSIM , RECICLAR O PET  É A MELHOR SOLUÇÃO PARA PRESERVAR O MAIO AMBIENTE;
• É altamente combustível , e libera gases residuais como monóxido e dióxido de carbono, acetaldeído, benzoato de vinila e ácido benzóico. Esses gases podem ser usados na indústria química.
• É muito difícil a sua degradação em aterros sanitários.
.Uma garrafa de polietileno reciclado custa cerca de 40% menos que a tradicional e a maneira como a reciclagem é feita elimina qualquer possibilidade de contaminação ou queda na qualidade do produto final.
. Sua reciclagem, além de desviar lixo plástico dos aterros, utiliza apenas 0.3% da energia total necessária para a produção da resina virgem. E tem a vantagem de poder ser reciclado várias vezes sem prejudicar a qualidade do produto
HÁ UMA VARIEDADE DE PRODUTOS QUE PODEM SER ORIGINADOS COM A RECICLAGEM DA GARRAFA PET :
A evolução do mercado e os avanços tecnológicos têm impulsionado novas aplicações para o PET reciclado: SUA UTILIZAÇÃO VAI DESDE  cordas e fios de costura, aos carpetes, bandejas de ovos e frutas e até mesmo novas garrafas para produtos não alimentícios, já que esta aplicação ainda não é permitida pela ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária).
HOJE UMA GARRAFA PET PODE SE TORNAR sacola retornável, fibra para confecção de tecido para vestuário, objetos de
decoração, além de serem trituradas e recicladas voltando assim ao mercado como garrafas.
POR EXEMPLO : 2 garrafas pets podem dar origem a uma camiseta , 1 garrafa Pet de 2 litros pode dar origem a uma sacola retornável.
As garrafas PET, por exemplo, transformam-se em itens variados como piscinas, tapetes de automóveis, bicho de pelúcia e tecidos, substituindo a matéria-prima virgem, derivada do petróleo e cotada em dólar
"A GARRAFA PET RECICLADA ESTÁ EM PRATICAMENTE TUDO: vassouras, roupas, carpete e forro de veículos, edredons, etc
O índice de reciclagem pode ser muito melhorado e, para isso, todos devem contribuir: A federação, estados e municípios devem legislar em favor da reciclagem.
A RECICLAGEM DO PET TEM MUITOS BENEFÍCIOS, COMO:
- REDUÇÃO DO VOLUME DE LIXO COLETADO, que é removido para aterros sanitários, proporcionando melhorias sensíveis no processo de decomposição da matéria orgânica ,
- ECONOMIA DE ENERGIA ELÉTRICA E PETRÓLEO, pois a maioria dos plásticos é derivada do petróleo, e um quilo de plástico equivale a um litro de petróleo em energia;
- Menor preço para o consumidor dos artefatos produzidos com plástico reciclado aproximadamente 30% mais baratos do que os mesmos produtos fabricados com matéria-prima virgem;
- GERAÇÃO DE EMPREGOS (catadores, sucateiros, operários, etc.) Outro benefício é trazer os trabalhadores dos lixões para cooperativas organizadas. Além de aliviar o meio ambiente de mais um resíduo sólido, a reciclagem do produto gera milhares de empregos diretos e indiretos.
COMO A RECICLAGEM DEVE SER INCENTIVADA:
 As indústrias devem investir em informação e tecnologia.
 Levar ao grande público o conhecimento sobre a reciclabilidade dos materiais, instruindo sobre como proceder para o correto descarte das embalagens.
Desenvolver as tecnologias que permitam materiais mais fáceis de reciclar, inofensivos e inertes para proteção do meio ambiente e desenvolver os mercados para os produtos reciclados.
A população deve descartar corretamente seus materiais recicláveis, depositando as embalagens usadas em contêineres adequados ou doá-las para catadores e/ou entidades que as aceitem em doação.
O cidadão comum tem o dever de começar, em sua casa, o trabalho de separar o lixo dos materiais recicláveis.

- DIVERSOS PRODUTOS PODEM SER PRODUZIDOS A PARTIR DA RECICLAGEM DO PET, COMO:
- PARA A INDÚSTRIA AUTOMOTIVA E DE TRANSPORTES - tecidos internos (estofamentos), carpetes, peças de barco;
- Pisos- carpetes, capachos para áreas de serviços e banheiros;
ARTIGOS PARA RESIDÊNCIAS -enchimento para sofás e cadeiras, travesseiros, cobertores, tapetes, cortinas, lonas para toldos e barracas;
- ARTIGOS INDUSTRIAIS - rolos para pintura, cordas, filtros, ferramentas de mão, mantas de impermeabilização;
- EMBALAGENS - garrafas, embalagens, bandejas, fitas;
- USO QUÍMICO - resinas químicas e , adesivos.
- TEM MAIS :roupas esportivas, calçados, malas, mochilas, vestuário em geral
- EXISTEM CENTENAS DE FORMAS ARTESANAIS CRIATIVAS  PARA A RECICLAGEM DA PET : vai desde enfeites comuns para casa, bibelôs, até móveis como puf e sofá.

CURIOSIDADES
- 1 kg de garrafas PET equivale : 16 garrafas de 2.5 litros ou 20 garrafas de 2.0 litros ou 24 garrafas de 1.5 litros ou 26 garrafas de 1.0 litro ou 36 garrafas de 600 ml.;
- Lugar de lixo é no lixo, mas na lixeira certa. Alguns cidadãos  seguem esta premissa à risca e separam os materiais recicláveis de suas residências do lixo orgânico para ajudar na preservação do meio ambiente.
- E QUANTO SERÁ QUE CUSTA O LIXO QUE PRODUZIMOS EM CASA?
O VALOR DO QUILO DO MATERIAL RECICLÁVEL SEGUE A TABELA DE MERCADO, QUE É ESTABELECIDA PELAS EMPRESAS QUE COMPRAM O PRODUTO”
OS preços variam de R$ 0,17 a R$ 1,60 por quilo, dependendo do material. Por exemplo, o papel branco custa R$ 0,40 o quilo; o papel misto (com alguma impureza), R$ 0,30; o quilo da garrafa pet é vendido por R$ 0,80; latinhas de alumínio saem por R$ 1,60 o quilo; o vidro custa R$ 0,17 o quilo e o polietileno (plástico duro), R$ 0,80, O metal inoxidável é o artigo mais lucrativo: R$4 cada quilo.
- Há centros automáticos de reciclagem :São máquinas chamada REPLANETA.  Cada Replaneta possui duas RVMs (reverse vending machines), máquinas equipadas com um sensor óptico, que separa o material por tipo e cor. Após o depósito das embalagens, as máquinas emitem um cupom, que pode usado em compras nas lojas onde os Replanetas estão instalados. Cada lata de alumínio vale R$ 0,03 e, uma garrafa PET, R$ 0,02. Esses cupons podem ser tocados por produtos nos locais onde as máquinas são instaladas como shoppings e redes de supermercados.
- Hoje, 30% dos mais de 5 mil municípios brasileiros não contam com nenhum tipo de coleta e apenas cerca de 200 possuem um sistema de coleta seletiva.
- Tem pessoas que não dão importância ao que pode ser reciclado, mas muitas famílias são sustentadas pela venda desse tipo de material. É o caso das Cooperativa de Catadores onde  pessoas trabalham selecionando materiais e ganham cerca de um salário mínimo por mês ou mais.
- Aos poucos , o brasileiro está despertando para o valor do lixo. Embora ainda em pequena escala, a venda de resíduos recicláveis vem crescendo entre a classe média, que já não desperdiça o que pode transformar em dinheiro. A venda de latinhas, garrafas PET e papelão tem aumentado a renda de famílias, condomínios e empresas. A natureza agradece.
A EDUCAÇÃO AMBIENTAL VEM DE CASA, MAS TAMBÉM
SE APRENDE NA ESCOLA





Nenhum comentário:

Postar um comentário